Menu

Disidrose Sintomas e Causas

20/02/2019 - Doenças
Disidrose Sintomas e Causas

O que é Disidrose

A disidrose é uma doença crônica da pele, a qual afeta as palmas das mãos, os dedos e as solas dos pés. Quando a doença agrava-se os sintomas podem ser mais severos, aparecendo rachaduras e fissuras, podendo também ser alvo de infecção bacteriana na área afetada.

Esta doença pode afetar ambos os sexos, sendo mais vulneráveis as pessoas com menos de 40 anos.

Ela manifesta-se pelo aparecimento de pequenas bolhas, durante aproximadamente o período de três semanas, a qual, em seguida, é eliminada.

causas disidrose

Causas da Disidrose

É causada por uma inflamação na pele que provoca acúmulo de líquido formando pequenas bolhas, que estouram deixando uma pele escamosa, mais espessada que o habitual. As áreas mais comuns afetadas são as palmas das mãos e solas dos pés. No início aparece pela lateral dos dedos, ocasionando uma coceira intensa.

Metades dos pacientes portadores da doença apresentam um pouco de atopia (tendência hereditária a desenvolver manifestações alérgicas), ou seja, eles têm uma história de dermatite atópica, alérgica,e em alguns casos espirros de bronquite asmática. Às vezes, os surtos ocorrem durante as mudanças de temperatura, principalmente na primavera e outono. Outros pacientes são alérgicos a metais (níquel), e quando comem alimentos que contêm este metal, aparecem focos de Disidrose em suas mãos. Fumantes possuem maior tendência a desenvolver a doença, agravando a propagação da mesma.

A doença pode ser facilmente diagnosticada através de médico dermatologista ou clínico geral, pois se trata de uma moléstia aparente, pela simples visualização na pele, sendo possível também recorrer a exames laboratoriais para que seja descartado um processo infeccioso.

Em alguns casos, a Disidrose pode se traduzir como uma resposta remota de outras dermatoses como, por exemplo, em pacientes com pé-de-atleta, estes criam bolhas em suas mãos, refletindo infecção fúngica dos pés.

Sintomas da Disidrose

Em Disidrose, a pele afetada (dermatite) torna-se inflamada. Com o resultado, as junções entre as células da pele aberta permitem que o fluído (soro) preencha os espaços. Os médicos referem a este processo como espongiose, porque quando visto sob um microscópio, a pele torna-se mais macia, e muitos destes espaços cheios de fluído.

Sinais e sintomas

Entre em contato com um médico caso aja uma erupção cutânea, ou quando for diagnosticado com Disidrose e apresentar sintomas de um processo infeccioso, tais como: febre, dor ou inchaço no local onde houve a erupção.

Fatores de risco para Disidrose

Disidrose tem cura?

Não há cura definitiva. A Disidrose geralmente desaparece sem problemas, somente com o uso de remédios, mas os sintomas podem voltar mais tarde. Coçar pode levar a pele irritada a ficar mais espessa, que é mais difícil de tratar, e leva mais tempo para curar.

Normalmente uma evolução cíclica pode ser resolvida sem tratamento, mas quando parece estar curada pode reaparecer. Quando isto ocorrer e não é resolvido espontaneamente, podemos levantar uma série de recomendações e alguns remédios:

Disidrose – Remédios

Se a erupção nos pés ou mãos se recusar a ir embora por si só, é hora de você tomar algumas medidas sérias. O melhor é consultar o seu médico. No entanto, para eliminar a doença e suas feridas, você pode tomar algumas medidas preventivas. Na maioria dos casos, os remédios são muito úteis.

O cuidado que se segue pode ajudar a controlar a propagação da Disidrose:

Disidrose – Pomada

As melhores pomadas para tratar a Disidrose são aquelas que apresentam em sua composição vaselina, óleo mineral ou gordura vegetal, aplica-se na região afetada mais de duas vezes ao dia.

O Propionato de Clobetasol é uma pomada que cura as fissuras produzidas pelo eczema. Hidrocortisona também pode aliviar os sintomas do prurido. Estes terão que ser prescritos pelo seu médico, pois ele verá as necessidades de acordo com seu tipo de organismo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *