Bulimia

O que é bulimia?

A palavra Bulimia significa fome de boi e vem do grego boulimos (bous: boi, slime: fome). Para as mulheres com bulimia, a comida é uma dependência prazerosa e autodestrutiva, que afeta 10 vezes mais que os homens.

Bulimia

É um distúrbio alimentar, esta doença é caracterizada pela ingestão excessiva de alimentos “escondidos”, seguida por diferentes métodos inadequados para controlar o peso, como vômitos auto induzidos, realizando exercícios muito exigentes para o corpo ou abuso de laxantes. Em 70% dos casos deste distúrbio é acompanhado por anorexia (bulimarexia) e 30% dos casos se manifesta como pura bulimia.

O acesso da bulimia inicia-se com uma sensação de fome voraz e incontrolável, com preferência por alimentos de alto valor calórico (como doces, sobremesas, etc.). Essas ações são chamadas de compulsão alimentar e a frequência delas é muito variada, os pacientes podem ter várias compulsões no mesmo dia por vários dias seguidos. Com compulsão alimentar eles geralmente consomem mais de 5.000 calorias por dia.

Há bulímicos que ultrapassaram 25.000 em um dia e alguns morreram devido à dilatação aguda do estômago, já que ao consumir tanta comida o estômago se torna cada vez mais enzimático. A bulimia é uma doença muito complicada, é considerada uma doença invisível porque o paciente pode passar muito tempo desse jeito sem ninguém perceber.

Bulimia é caracterizada pela sensação de perda de controle sobre a quantidade de alimentos consumidos. Alguns dos sintomas são as compulsões mencionadas anteriormente com sentimentos de tristeza e culpa ao mesmo tempo, vômitos após uma comilança, escondendo comida e depois comidos em segredo, extrema preocupação com a figura e o peso, entre outros.

Há pessoas que não atendem a todos esses critérios, mas que ainda podem ter padrões de alimentação bulímicos.

bulimia nervosa

Causas da Bulimia

Como no caso da Anorexia, não foi possível encontrar uma causa orgânica definitiva para a Bulimia. Seu processo de gestação começa quando há algum desgosto na figura do corpo. Neste caso, o indivíduo é sempre considerado acima do peso, embora a realidade seja diferente. Dessa forma, o indivíduo passa a fazer dietas cada vez mais agravadas, até atingir as práticas bulímicas.

Entre as causas deste problema estão as experiências de rejeição social ou fracasso por parte de seus amigos. A percepção de que a magreza em nossa cultura é considerada um pré requisito para o sucesso leva ao peso e que querem estar em forma e começar a fazer dietas rigorosas que não podem ser seguidos e nos fazem sentir como perdedores, especialmente com fome.

Alguns especialistas acreditam que esta doença se origina nas altas exigências da família, da sociedade e do meio ambiente. O paciente carrega a pressão de ser atraente e magro e então o problema está na baixa autoestima.

O distúrbio pode aparecer em qualquer idade e em qualquer momento da vida. Eles são geralmente devido a eventos traumáticos da vida, como a separação da família, o divórcio, a perda de um ente querido, etc.

Sintomas de Bulimia

– Episódios recorrentes de compulsão alimentar. (Mínimo dois por semana).

– Um sentimento de perda de autocontrole no momento da compulsão.

– Use regularmente vômitos auto induzidos, diuréticos ou laxantes, uma dieta muito rigorosa ou exercício rápido ou muito energético para evitar ganho de peso.

– Preocupação constante com a figura e peso corporal.

– Sintomas de depressão, pensamentos melancólicos ou pessimistas, idéias recorrentes de suicídio, pouca capacidade de concentração.

– Pele seca e cabelos quebradiços.

– Imediatamente depois de comer, eles vão ao banheiro.

– Medo excessivo de engordar. 92% das mulheres bulímicas dizem que entram em pânico para engordar.

– Comer secretamente.

Querendo saber sobre Anorexia – Clique Aqui.

Author: marozo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *